Banco que demitiu na pandemia vai cuidar dos salários em Cruzeiro

#cruzeirodosul

Santander é o banco campeão em reclamação junto ao Banco Central e o que demitiu empregados durante a pandemia

Nenhum servidor da prefeitura de Cruzeiro deverá ser considerado ‘cliente private’ (investimentos aplicados de R$ 3 milhões para cima….nem o próprio prefeito!

Para o cliente private, o gerente nunca vai falar ‘isso eu não consigo fazer aqui, você precisa ligar na central, no número atrás do cartão’. O gerente, para o cliente private – chama banker, resolve tudo entre seus assessores.

santander
Prefeito de Cruzeiro, Zequinha, e o representante do Santander

O Santander (banco español que leva todo seu lucro auferido no Brasil para a España) obteve lucro líquido de R$ 4,171 bilhões no 2º trimestre deste ano. O valor quase dobrou em comparação com o mesmo período do ano passado. O balanço financeiro do banco foi divulgado na 4ª feira, 28/7. O lucro do banco em 2020 passado foi 13,8 bilhões.

O banco Santander foi condenado a pagar 50 milhões (1% do lucro líquido em apenas um semestre) por demitir (3.220) funcionários durante a pandemia em ação movida pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, numa decisão considerada inédita no Brasil. O Santander é um dos bancos que mais tem práticas antissindicais.

santander

A prefeitura de Cruzeiro fez divulgar que a escolha se deu por concorrência (com BB, Caixa e Basa) e que o Santander ofereceu a ‘melhor proposta’ para atender os mais de 3 mil servidores do município.

Vamos ver qual será o benefício social do Santander ao Juruá…se as contrapartidas do BB, Caixa e Banco da Amazônia deixam a desejar no Acre, faça ideia as de um banco privado, estrangeiro, no longínquo município de Cruzeiro do Sul.

J R Braña B.
(com ajuda do Sind dos Bancários de SP)