Redução do Abono: Da euforia ao descontentamento

#abono

abono
Socorro Neri, Educação, e Gov GladsonC: Redução do abono dos professores

De 16 para 11 mil – A ampliação dos beneficiários do abono das sobras do Fundeb era uma necessidade de justiça com os servidores da Educação, mas a desorientação, a incapacidade política do governo (e de sua secretaria de Educação) não passam desapercebidas. Aliás, tem sido a regra nos mil dias.

A festa exclusiva do governo e da secretaria foi armada e o abono anunciado foi de 16,6 mil…Três dias depois não era aquilo que se anunciou no auditório da SEE lotado…agora a secretária vem e diz que o valor reduziu para R$ 11 mil porque vão entrar 4 mil servidores que estariam fora no primeiro rateio…por que não verificaram isso antes?…Por que não chamaram as entidades sindicais para, juntos, discutirem, quem seriam os beneficiários? Por que não fizeram o anúncio com a participação das entidades sindicais?…Porque o egoísmo, a estreiteza política e o oportunismo eleitoral falaram mais alto…

Traduzindo: o abono dos professores que poderia ser de quase 3 mil cai para menos de 1,9 mil Dólares, levando a maioria dos professores do Acre, em tempo recorde – de um pico de euforia excessiva, compreensiva aliás, para um sentimento de decepção, frustração…e a causa disso? A desorientação de um governo que caiu na sua própria armadilha egoísta-político-eleitoral, como já havíamos antecipado aqui. O oficialismo pensou uma coisa e deu outra…ao invés de glória, o revés!…

Excelência, ‘The shot backfired’…!

Em tempo: mas como a situação dos professores e dos servidores da Educação é tão aviltante (maioria) que, mesmo assim, muitos ainda vão achar…bem, vocês sabem…

J R Braña B.

PS: Prof. Ezequiel: ‘Governo jogou para a plateia e tomou gol contra’ (vídeo)