Constrangimento do Governo do Acre é total

#constrangimento

O repórter André Barrocal, um dos melhores do Brasil na atualidade, começa a se dedicar ao Acre…confira trecho na Carta Capital

carta capital

Em 13 de fevereiro de 2021, o coronel da PM Amarildo ­Camargo foi a uma concessionária da Toyota em Rio Branco, capital do Acre, a Xapuri Motors, pegar 70 mil reais em espécie. O dinheiro havia sido deixado lá na véspera pelo empresário Rudilei ­Soares de Souza. Candidato a deputado federal pelo PP do Acre em 2018, Rudilei “Estrela” ficou dez dias em cana em dezembro, acusado pela Polícia Federal de intimidar o gerente da concessionária, Ismael Silvestre da Silva. Este contara à PF o rolo dos 70 mil. No dia da prisão de Estrela, Camargo foi afastado pela Justiça do cargo público que ocupava. Era o chefe da segurança do governador do Acre, Gladson Cameli, também do PP. (….) ‘É o maior escândalo de corrupção dos últimos tempos, depois do ‘petrolão’, disse a ­Carta Capital o Major Rocha, do PSL, vice de ­Cameli, com quem rompeu. (…) O restante para assinantes da Carta, aqui

(oestadoacre)