Bocalom: 200 empregos garantidos de trabalhadores do Depasa

#pmrbdivulgação

bocalom
Prefeito Bocalom, Rio Branco

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, recebeu, na manhã desta quarta-feira, 09, em seu gabinete, o presidente do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb), Edvaldo Fortes.

Na ocasião, Eduardo Fortes falou das ações realizadas pelo órgão neste momento de reversão do serviço de água e esgoto na capital. Segundo o presidente, uma grande preocupação dos trabalhadores que atuavam no Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) era ficar desempregados após a reversão e a gestão do prefeito Tião Bocalom tomou providências para que os funcionários continuassem nos seus empregos.

Ele explicou que os servidores vão trabalhar na parte operacional e comercial do órgão, junto aos demais 131 funcionários do quadro que atuam na área administrativa. De acordo com o presidente, no mês de janeiro o órgão teve 95% em captação e tratamento, mantendo os bairros abastecidos para não faltar água.

“Sabemos que o sistema é antigo, acontece de estourar um cano aqui e outro ali. De forma pontual, aconteceu e acontece. Mas é importante frisar que sempre que somos requisitados nós de imediato mandamos a equipe para resolver o problema. Independentemente do dia sábado, domingo ou feriado. Não tem dia e não tem hora”, enfatizou Edvaldo Fortes.

Compromisso

O prefeito Tião Bocalom reafirmou o compromisso da gestão em melhorar a cada dia o serviço de água e esgoto e não deixar a população rio-branquense desabastecida. Segundo ele, a Prefeitura e o Saerb estão tomando as providências para fazer as licitações necessárias e adquirir bombas e conexões reservas, que estão em falta.

“A gestão está correndo atrás de licitar para comprar e, aí sim, daqui um tempo termos reservas para evitar problemas, como já vinha acontecendo há muito tempo. No início do ano passado, aconteceu muito de os bairros passarem semanas sem água. O nosso projeto é melhorar a cada dia o sistema. Daqui há seis meses, um ano, a população vai sentir que, agora sim, o Serviço de Água e Esgoto está em boas mãos e o Município de Rio Branco está preocupado e buscando soluções”, concluiu o Bocalom.

(pmrb)