Seis meses de água 24h no 2º Distrito e no Calafate

Nos primeiros seis meses deste ano a população do Segundo Distrito e do Calafate comemorou uma grande conquista: podem abrir as torneiras de suas casas a qualquer hora e ver a água jorrando. A vitória, que beneficia 27 mil imóveis e 104 mil pessoas, é fruto do trabalho do Depasa Rio Branco, antigo Sistema de Abastecimento de Água de Rio Branco (Saerb). A meta do governo do Estado é ter, até o fim de 2014, 100% de atendimento com água tratada em Rio Branco. No Primeiro Distrito a rede de água vai passar de 80% para 95%, e no Segundo Distrito, de 95% para 97% até o mês de agosto.

depasaOs dados foram apresentados nesta quarta-feira, 5, durante o Seminário de Avaliação do Plano de Governo e Colheita de Resultados, quando governador, secretários e diretores se reúnem para monitorar as ações de governo e os avanços obtidos em cada área de gestão.

O esgotamento sanitário também recebe atenção especial do governo do Estado. A meta, segundo o superintendente do Depasa Rio Branco, Felismar Mesquita, é ampliar de 30% para 70%.

O Acre será um dos primeiros Estados do Brasil a ter cobertura total de esgotamento sanitário e fornecimento de água tratada até 2014. A conquista está longe de ser uma simples ação de governo e vai refletir nos indicadores de saúde e qualidade de vida. A água é responsável pela veiculação de diversas doenças, que atingem principalmente crianças e idosos.

A média brasileira de coleta e tratamento de esgoto feita por serviço público é de 57%. Nos próximos meses o Acre amplia de 30% para 70% o sistema de esgotamento sanitário, ficando bem acima de outros Estados com PIBs (Produto Interno Bruto) maiores que o acreano. Menos de 40% do esgoto é tratado e coletado em Manaus (AM), Recife (PE), Cuiabá (MT) e Natal (RN), segundo estudo do Instituto Trata Brasil, que avaliou os serviços de saneamento prestados nas 81 maiores cidades brasileiras com mais de 300 mil habitantes, feito com base em dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) de 2009.