Hospital da capital realiza cirurgias inéditas de hérnia de disco a laser

Hospital da capital realiza cirurgias inéditas de hérnia de disco a laser

Cirurgia sem corte, recuperação rápida e pouco tempo de internação. Essa já é a realidade dos pacientes com hérnia de disco (uma lesão na cartilagem que fica entre as vértebras da coluna) do ambulatório de ortopedia do Hospital das Clínicas que agora são operados com laser. Desde agosto, quando começou a ser realizado, seis pacientes já se beneficiaram com esse procedimento.

cirurgia_de_hernia_disco_a_laser_foto_arquivo_pessoalSegundo o médico ortopedista e cirurgião Hélder Azer, a cirurgia de hérnia de disco com laser, chamada de microdiscectomia, é realizada no Brasil há menos de três anos, e por ter um custo muito alto, ele acredita que poucos hospitais públicos usam esse método. Os kits cirúrgicos são individuais e cada um chega a custar mais de 20 mil reais para a rede particular, mas para o SUS pode chegar a 6 mil reais.

“Além da Universidade de São Paulo (USP) e do HC de Rio Branco, eu desconheço outro hospital público no Brasil que faça esse procedimento. Conheci o procedimento a laser e fiz a solicitação da compra. Espero que tenha continuidade porque, sem dúvida nenhuma, é um avanço para a qualidade de vida dos pacientes que têm hérnia de disco. O processo é minimamente invasivo, elimina o corte, dura menos de trinta minutos, a recuperação é rápida [em torno de 15 dias] e a internação em muitos casos é de apenas um dia”, explica Azer.

O maior diferencial, explica o médico, é que a cirurgia convencional é agressiva e exige a colocação de parafusos que comprometem a vida do paciente e o afasta das suas atividades habituais por um longo período. “É angustiante ter que cortar uma pessoa jovem e colocar parafuso porque ela se afasta da sua vida normal. Com o laser, até pessoas idosas podem fazer a cirurgia”, revela.

A manicura Joseane Maria do Nascimento, 32, é  um exemplo dos benefícios da cirurgia a laser. Há três anos descobriu que estava com hérnia de disco, mas só começou a tratar há dois anos, depois de peregrinar por vários especialistas até conhecer o ortopedista Hélder Azer, que indicou a cirurgia a laser. “Eu sentia dores terríveis na coluna e, depois de fazer o tratamento com remédio manipulado, fisioterapia e hidroginástica, o doutor Hélder me falou dessa cirurgia. Não pensei duas vezes: das quatro hérnias ele tirou uma e as outras pararam de doer com o tratamento. Ainda não faz 15 dias que operei e já levo uma vida normal. Estou maravilhada com o resultado e a cicatriz é só um pontinho”, diz, animada.

Como é a microdiscectomia

Uma cânula injeta fluxo de água de alta velocidade na vértebra, fragmenta e aspira a hérnia e outros fatores que causam a dor. A pessoa é apenas sedada para fazer o procedimento e pode ter alta no mesmo dia. No ambulatório de ortopedia do Hospital das Clínicas são realizados mais de 60 procedimentos, entre eles fratura, tumor, hérnia, doenças degenerativas e traumas.