Governo e cooperativa acertam parceria para melhorar produção de leite

Produtores de leite que integram a Cooperativa de Agricultores e Pecuaristas da Regional do Baixo Acre (Coopel) fecharam parceria com o governo do Estado para garantir modernização produtiva, competitividade de mercado e venda da produção de leite. A reunião aconteceu na Casa Civil, com a presença do governador Tião Viana e secretários de governo.

capasecomA parceria começa com a aquisição de vinte toneladas de queijo, que será adquirida em dois lotes. O Hospital das Clínicas e o pronto-socorro agora serão clientes da Coopel na aquisição de leite. Além disso, o governo garantiu melhoramento nos ramais com pontes, bueiros e galerias para facilitar o tráfego durante o inverno, e até o dia 1 de dezembro vai apresentar proposta de um arranjo industrial para os laticínios.

O governador Tião Viana ressaltou o comprometimento de sua gestão com o setor produtivo. “Estamos à disposição dos produtores rurais de todo o Estado, inclusive de Acrelândia. Somos parceiros de vocês e o governo está de mão estendida para ajudar no que for possível. Vocês são aliados de um projeto, são agentes de desenvolvimento”, comentou.

A reunião foi intermediada pelo deputado estadual Eber Machado. “Eu me sinto um verdadeiro parlamentar em poder ouvir as demandas dos produtores e poder fazer essa ponte com o governador Tião Viana, um verdadeiro estadista, que se dispõe a nos ouvir e buscar conosco soluções para os problemas”, disse.

Segundo o diretor financeiro da Coopel, Franscisco Correia, a produção de leite entre os 220 cooperados aumentou de 15 mil para 26 mil litros por dia. Com a chegada de mais um atacadista, os produtos acreanos ficaram estocados. “Mas com as soluções que foram apresentadas tudo ficará resolvido, além disso, o governador também se comprometeu a estudar a pauta do leite para aumentar a nossa competitividade em relação aos produtos de outros Estados”, comentou.

Edvaldo Magalhães, secretário de Indústria e Comércio, vai apresentar, até o dia 1 de dezembro, uma proposta de arranjo industrial para melhorar a tecnologia empregada no processamento e embalagem dos produtos.