Governo aposta nos pequenos empreendedores

Governo aposta nos pequenos empreendedores

“Eu era uma mãe que vivia lutando com muita dificuldade para criar meus quatro filhos. Não tinha emprego. Aí vieram a Secretaria de Políticas para as Mulheres e a Secretaria de Pequenos Negócios e a minha história mudou. Hoje nós temos uma oficina mecânica e minha renda é 3 mil por reais mês.” Gislene Antônia dos Santos resumiu em poucas palavras a grande mudança que houve em sua vida neste ano. Ela é uma das microempreendedoras que, além de ter sido beneficiada com a formação profissional pelo governo do Estado, também teve acesso ao Microcrédito Produtivo Orientado (MPO) do Banco do Brasil.

empreendedorescapa“O governo tem conseguido chegar até as pessoas mais simples. Já foram oito mil pequenos negócios nesses dois anos, superando as expectativas iniciais, e o crédito vem para ajudar, para ser usado como capital de giro, para investir em crescimento dos negócios e melhorar a renda das famílias, que agora ganham R$ 2 mil e até R$ 3 mil por mês, como ouvimos nos depoimentos. Esse é o nosso compromisso com o povo do Acre”, disse o governador Tião Viana.

Na manhã desta segunda-feira, 3, cinquenta microempreendedores assinaram o financiamento de até R$ 1,5 mil com juros de 0,6% ao mês. Ao todo, 1.201 pessoas foram beneficiadas com o MPO em todo o Estado, e a previsão é de assinar 500 novos contratos até o fim de dezembro.

“Nós detectamos que a formação profissional, a entrega dos equipamentos e o acompanhamento da gestão não eram suficientes para que esses pequenos negócios pudessem se sustentar. Faltava o capital de giro. Por isso foi fundamental essa parceria entre o governo federal, Serviço Nacional de Apoio à Micro e Pequena Empresa [Sebrae], governo do Estado e Banco do Brasil. A gente fica feliz ao ver que o governo está caminhando dessa forma e que a secretaria está interagindo com as pessoas que precisam. É muito gratificante”, disse o secretário José Carlos Reis, da Secretaria de Pequenos Negócios.