Lei Seca na capital: 412 fizeram bafômetro, 50 embriagados e 03 presos

O primeiro fim de semana após as mudanças na legislação de trânsito sobre a lei seca, que passou a ser mais rígida com os motoristas que dirigem sob efeito de bebidas alcoólicas, a Companhia de Trânsito da Polícia Militar e o Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran) realizaram levantamento sobre as abordagens nas blitze, testes de bafômetros e número de autuações. As mudanças foram aprovadas pelo Congresso Nacional na última semana e entrou em vigor logo após a aprovação.

testebafometroEntre as mudanças estão o aumento do valor da multa, que passa dos R$ 957,70 para R$ 1.915,40, a diminuição da quantidade de álcool no organismo estipulada para a prisão do condutor, que seria a concentração igual ou superior a 6 decigramas de álcool por litro de sangue ou igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar, além de permitir uso de novos meios para identificar um condutor alcoolizado como vídeos, imagens e prova testemunhal.

Com essas novas regras, espera-se uma diminuição ainda maior no número de acidentes ocasionados por motoristas embriagados. As blitze da Operação Álcool Zero do Detran Acre já estão trabalhando sob as novas regras desde este último fim de semana, feriado de Natal. Foram realizados 412 testes com bafômetro, tendo sido autuados 50 condutores por embriaguez no volante e três foram presos por estarem acima do limite.