Com apenas um servidor na Sec de Obras, Mano deve ir ao MP pedir para contratar

Com as demissões dos provisórios na gestão passada, a secretaria de Obras do município ficou com apenas um servidor de apoio. Isso significa que se a prefeitura lançar uma operação tapa buraco não terá gente suficiente para desenvolver os trabalhos mais pesados, de rua.

de_sec_de_obrasA secretaria de obras enfrenta problemas com o sucateamento de seu maquinário, mas já providenciou o aluguel de duas caçambas para transportar brita do km 26 para Sena. O material será estocado até que a secretaria esteja em condições de dar início ao tapa buracos nas ruas da cidade.

(foto:oesstadoacre.com – sec de Obras, Dé)

Outra providência que está sendo tomada pelo secretário Adevaldo Rodrigues ‘Dé’, por ordem do prefeito Mano Rufino, é que se faça uma ‘revisão geral’ dos equipamentos do setor.

-O prefeito pediu um levantamento completo e nos autorizou a ir a Rio Branco fazer um levantamento de preços de peças para recuperar todos os nossos equipamentos – disse o secretário.

Para contornar o problema de ter apenas um servidor de apoio na secretaria de Obras, o prefeito Mano deve procurar o Ministério Público para este autorize a contratação de pelo menos 12 trabalhadores. Os mesmos seriam utilizados na operação tapa buracos, que neste inverno será feita com brita, areia e barro. A intenção é não desperdiçar asfalto com as chuvas.