Eletrobras não vai renegociar dívidas da prefeitura de Sena

Eletrobras não vai renegociar dívidas da prefeitura de Sena

A dívida da prefeitura de Sena não será renegociada como se imaginava. No encontro entre os representantes da prefeitura com a empresa federal ficou acertado que o município terá de pagar os valores atrasados e continuar com o cronograma de pagamento que foi feito na gestão passada.

eletrobrascapa1Segundo apurou oestadoacre.com, a prefeitura terá que desembolsar pouco mais de R$ 150 mil para quitar o atrasado e continuar pagando as parcelas, que giram em torno de 4 a 5 mil ao mês. Mais a conta do mês.

O motivo da não renegociação é que a prefeitura de Sena perderia os descontos obtidos no contrato feito na época que estava à frente da prefeitura  Wanderley Zaire, que assumiu depois do primeiro afastamento de Nilson Areal.

O novo prefeito Mano Rufino, que está no cargo há oito dias, deve retornar à sede da Eletrobras nesta quarta-feira, 9, para sacramentar o ‘acordo do acordo’, como citou uma fonte de oestadoacre.com ao ser questionada.

A dívida da prefeitura de Sena Madureira com a Eletrobras é de R$ 950 mil.