Jorge, como nº 2 do Senado, tem mais condições de ajudar o irmão no governo do Acre

O novo vice-presidente do Senado, senador Jorge Viana, aproveitou o fim de semana para visitar o governador Tião Viana e colocar, mais uma vez, o mandato à disposição do governo e das causas acreanas junto ao parlamento. Esta é a quarta vez no período de dez anos que o Acre assume o segundo cargo mais importante do Senado Brasileiro.

jorgeetiaoJorge Viana, com apenas dois anos de parlamento, foi eleito por maioria absoluta dos votos: obteve a aprovação de 65 dos 68 senadores presentes. Ele atribui esta expressividade ao ambiente de boa convivência e ao respeito conquistado durante o mandato. A relatoria do código florestal ajudou-o, em sua avaliação, a conquistar o respeito dos colegas.

“A passagem da Marina Silva e do Tião Viana pelo Senado ajudou a reconstruir a imagem do Acre, que já teve um passado político ruim e há mais de uma década vem se posicionando de forma diferente na política, e isso pode explicar esta boa convivência que temos no Senado e o fato do Acre assumir pela quarta vez a vice-presidência da casa, duas vezes com o Tião [Viana], com o Aníbal [Aníbal], que assumiu interinamente, e com a minha eleição”, comentou o senador Jorge Viana.

A escolha do nome de Jorge Viana foi uma indicação da bancada, referendada pelo plenário da casa. “Ser senador já é um desafio, pois sou novo no parlamento, e agora o desafio aumentou. É uma grande responsabilidade e acho que este instrumento precisa ser coletivizado com a Amazônia”, ressaltou o senador.

Para o governador Tião Viana, que foi senador por dois mandatos e assumiu por duas vezes a vice-presidência da casa, este é um espaço de prestígio. “É um reconhecimento do PT nacional, reconhecimento do Senado e abre oportunidades de acesso no processo legislativo”, finalizou.