Prefeitura de Sena vai realizar primeiro grande evento na zona rural

A prefeitura de Sena, através da secretaria de Produção e em parceria com o governo do Estado, estará realizando nesse final de semana um mutirão de atendimento itinerante na zona rural do município. Dessa vez não será com atendimento médico, mas com um atendimento diferenciado através de debates, ou seja, tirar dúvidas, fazer mapeamento sobre tudo que poderá ser feito pelos ribeirinhos no ano de 2013.

jairocapaO objetivo é atender as necessidades dos produtores rurais que vivem às margens dos rios e encontram dificuldades para se deslocar até a cidade em busca de esclarecimentos pessoais e também comunitários.

O evento que está previsto para acontecer no sábado (23) na comunidade lua Nova, no rio Macauã, a partir das 8h30min contará com a participação do Banco da Amazônia, ICMbio, INCRA, Seaprof, Deracre, Idaf, Cageacre, Imac, Cooperiaco, Sindicato dos Trabalhos Rurais, Vereadores, entre outros.

O prefeito Mano Rufino considera importante o fato do poder público chegar às próprias comunidades. “Faremos uma reunião com o intuito de ajudar o maior número de pessoas possível, todos terão a oportunidade de perguntar, dar sugestões e falar de sua rotina diária, ressaltou.

A mobilização visa levar informações sobre os mais diversos assuntos que envolvem a zona rural. Na oportunidade os produtores da comunidade Lua Nova estarão manifestando suas dificuldades, seus anseios e toda a problemática voltada para a sua região.

O secretário municipal de Produção, Jairo Cassiano, afirmou que o momento é de união. “Sabemos da importância de cada produtor para o desenvolvimento e futuro dessa cidade, então nada melhor do que unir parcerias para uma só meta: ajudar o homem do campo que tanto precisa de atenção e acolhimento”, mencionou.

Jairo Cassiano acredita que os produtores rurais merecem uma atenção especial. “Por isso, ao longo da administração do prefeito Mano sempre estaremos buscando essa aproximação e trabalhando projetos para potencializar o setor rural”,concluiu.