Hemoacre: Uma doação de sangue pode salvar três vidas

Hemoacre: Uma doação de sangue pode salvar três vidas

Doar sangue é um gesto de solidariedade e amor ao próximo. Diferente do que a maioria das pessoas pensa a doação de sangue é segura e não dói. Seja um doador de sangue e ajude o Hemoacre a manter o estoque e, assim, salvar muitas vidas. Cada bolsa de sangue coletada tem em média 450 ml e é fracionada para extrair três componentes: hemácias, plasma e plaquetas, sendo assim, uma doação pode salvar até três vidas. Os pacientes que mais necessitam das doações são os que passaram por transplantes, possuem doença sanguínea, sofreram acidente ou estão em tratamento contra câncer.

doao-de-sangueO Hemoacre conta com 20 doações diárias, mas não são suficientes para atender a demanda, tendo em vista a grande procura, tanto dos hospitais públicos quanto dos privados, que necessitam do sangue para realizar os procedimentos de alta complexidade, bem como atender os pacientes que realizam tratamento contínuo com hemocomponentes.

De acordo com a gerente de captação, Marlice Aquino, a média de solicitações, em dias úteis, é de 29 bolsas. Já nos fins de semanas e feriados a demanda aumenta em aproximadamente 40%. Existem cadastradas no banco de dados do Hemoacre 32 mil pessoas para doação de sangue, porém mais de 80% dessas não são fidelizados, ou seja, só doam uma vez e não retornam mais.

“Nós do Setor de Captação tentamos contato diariamente, por telefone, no intuito de mobilizar os doadores cadastrados, mas, na maioria das vezes, não conseguimos, uma vez que muitos já mudaram o número de telefone, ou até de mesmo de cidade, dificultando a nossa mobilização. Pedimos que estes procurem o Hemoacre para atualizar seu cadastro, ou se preferirem entre em contato pelo telefone (3248-1380) e voltem a fazer doação”, convida a gerente.

Marlice diz ainda que com evolução na saúde pública do Acre, o número de solicitações por sangue aumentou, causado pelo crescimento na oferta de serviços como, por exemplo, os mutirões de cirurgias, entre elas cardíacas, transplantes, tratamento de câncer, ampliação de leitos de UTI, dentre outros.

“É importante que as pessoas tenham consciência de que o sangue precisa ser doado, não existe ainda nada que o substitua. Hoje, o Hemoacre está precisando urgentemente de doação para repor o estoque e evitar o comprometimento dos abastecimentos de rotina” solicita a gerente. Ela ressalta ainda que o tipo sanguíneo mais procurado continua sendo o do grupo O, mas todos são necessários.

Na quinta-feira, 6, o Hemoacre estará no estacionamento da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) realizando a captação de sangue, das 8h às 12h. A ação é direcionada aos servidores da Sesacre, porém todos os interessados em fazer a doação podem comparecer ao local.