Operação Impactus, que começou na madrugada, apreende 100 quilos de entorpecentes (19 foram presos)

Operação Impactus, que começou na madrugada, apreende 100 quilos de entorpecentes (19 foram presos)

Cento e trinta homens das polícias Civil e Militar, com o apoio do helicóptero João Donato, deram cumprimento, nas primeiras horas desta quinta-feira, 29, a vinte mandados de busca e prisão. A ação faz parte do “Plano de Ação Integrada pela Paz”, do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), que nesta manhã alcançou a área da 4ª Regional.

Dezenove pessoas foram presas por roubo, tráfico internacional de drogas, tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e furto, entre outros delitos, sendo quatro dos quais em flagrante. Durante a operação policial, foram apreendidos 112 quilos de maconha prensada, várias porções de cocaína, duas armas de fogo (escopeta e pistola) e um pé de maconha.

“A ‘Operação Impactus’ tem se mostrado eficaz na repressão qualificada e prevenção de crimes. A atuação combina com as atividades da especializada nos bairros, onde foram executadas as diligências, garantindo ao cidadão segurança efetiva e aproximando a sociedade da Polícia Civil”, sublinhou o delegado Roberth Alencar, titular da Delegacia Itinerante.

Presos-da-limpidus2_Fotor_Collage-580x435

A incursão da polícia teve início às 5 horas desta quinta, 29, na Regional, que abrange a região do Calafate e Esperança. Em uma residência na capital, a polícia prendeu dois irmãos com 112 quilos de maconha e a quantia de R$ 7 mil.

“O trabalho da Polícia Civil no plano de ação consiste principalmente em estar mais próxima da comunidade”, destacou o delegado-geral Emylson Farias. Ele lembrou que a Polícia Judiciária tem trabalhado de forma articulada para cumprir buscas e mandados de prisão.

“Vamos continuar dentro dos bairros, para poder fazer um trabalho de aproximação da comunidade. Mais de dez delegados participaram da diligência, que reuniu agentes e escrivães de polícia, agentes do Detran e do Ciopaer, e alunos da Polícia Civil”, frisou Farias.

Mais ações
A partir das 8 horas de sexta-feira, 30, pelo prazo de uma semana, um ônibus do Sistema de Segurança estará no Conjunto Laélia Alcântara, região do Calafate, onde atenderá a comunidade local. Além do policiamento comunitário e da Delegacia Itinerante, uma equipe do programa “Crack, é Possível Vencer” dará orientações aos interessados.

[divulgação agana]