Dilma: ‘Já suportei agressões físicas e nada me tirou do meu caminho’

Dilma: ‘Já suportei agressões físicas e nada me tirou do meu caminho’

Em cerimônia nesta sexta-feira (13), a presidenta Dilma Rousseff falou sobre a abertura da Copa do Mundo 2014, na Arena Corinthians, em São Paulo, ocorrida nesta quinta-feira (12). Com relação ao comportamento de alguns dos presentes no estádio, após a execução do hino nacional, ela afirmou que o povo brasileiro é civilizado, extremamente generoso e educado e que, portanto, não age por meio de agressões verbais.

“Eu não vou me deixar, portanto, atemorizar por xingamentos que não podem ser sequer escutados pelas crianças e pelas famílias. Aliás, na minha vida pessoal, eu quero lembrar que eu enfrentei situações do mais alto grau de dificuldade. Situações que chegaram ao limite físico. Eu suportei não foram agressões verbais, foram agressões físicas. E nada me tirou do meu rumo”, lembrou.

Dilma aproveitou a cerimônia de inauguração do BRT em Santa Maria (DF) para agradecer a todos os brasileiros e brasileiras. Aos trabalhadores, aos empresários, aos engenheiros, às donas de casa, aos técnicos, aos servidores públicos, a todos os brasileiros profissionais das mais diferentes áreas que, segundo ela, transformaram esse sonho da Copa nas 12 cidades sedes, nas sedes de treinamento, numa realidade.

“A Copa é um momento de afirmação do Brasil, e nós, ontem, demonstramos que nós conseguimos superar todos os obstáculos para realizar a Copa. E que eu tenho certeza, nós vamos fazer a melhor Copa de todos os tempos”, comentou a presidenta.