Ponte do Madeira a pleno vapor (essa Dilma não tem mesmo o que fazer…)

Ponte do Madeira a pleno vapor (essa Dilma não tem mesmo o que fazer…)

Amanhã, quinta-feira, o governador Tião Viana fará uma vista às obras da Ponte de Madeira, que ligará o Acre definitivamente com Rondônia sem a demora da travessia daquela pré-histórica balsa, que está com os dias contados.

É o começo do fim da mamata dos exploradores daquela balsa (não esqueçamos que  o dinheiro da balsas financiou muitas eleições no Estado de Rondônia, Amazonas e até no Acre, num passado não muito distante).

Extraído do sítio da Ag do Gov do Acre:
(Ana Paula Pojo)

(…)

Com previsão de conclusão programada para 36 meses, a obra possui uma extensão de 3,5 quilômetros – quase 1,1 quilômetro somente com a ponte – e deve reduzir o tempo de viagem em cerca de uma hora.

“Esta é uma obra de fundamental importância regional e internacional, pois possibilita a integração destes dois estados com o restante do país e também ajuda a impulsionar a economia regional por meio da melhoria da qualidade de vida proporcionada pelo menor tempo de deslocamento e a consequente redução dos custos com transporte”, relatou Fabiano Cunha, superintendente regional do Dnit RO/AC.

Fabiano destacou ainda que outro aspecto relevante é a ligação definitiva com a rota do Pacífico, por onde serão ampliadas as atividades de exportação, principalmente para o mercado consumidor da China.

As obras da ponte sobre o Rio Madeira dispõem de recursos oriundos do Orçamento Geral da União (OGU), liberados por meio do Ministério dos Transportes, e têm execução direta do Dnit. O valor da obra é de R$ 128 milhões.


Post scriptum:
e ainda tem aquele aprendiz de político que foi eleito que disse na campanha que a prioridade do seu mandato era a construção da ponte do Madeira. Só se for a segunda ponte…

Post scriptum 2: a Oposição do Acre disse que a ponte do Madeira nunca iria sair enquanto o PT ficasse no governo. –