Só o Mais Médicos leva profissionais para o Jordão

E ainda há os que criticam o programa de contratação de médicos estrangeiros pelo governo Dilma.

Acabou a reserva de mercado.

J R Braña B.

 

Extraído da AG Gov
Autor: Marcelo Torres

Gestores participam da 1ª reunião extraordinária do programa Mais Médicos

Na manhã desta quarta-feira, 21, representantes do Ministério da Saúde (MS), Universidade Federal do Acre (Ufac) – instituição que supervisiona o Mais Médicos no estado – e representantes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Acre (Cosems) estiveram reunidos para a apresentação do programa Mais Médicos.

Durante a palestra, a equipe do MS explicou as diretrizes do programa e também como funcionará a contratação e distribuição de novos médicos para atuarem na rede básica de saúde.

“O programa visa diminuir a carência de médicos nas regiões prioritárias para o SUS, a fim de reduzir as desigualdades regionais na área da saúde, fortalecer a prestação de serviços de atenção básica em saúde, aprimorar a formação médica e proporcionar maior experiência no campo de prática médica durante o processo de formação, entre outros benefícios”, destacou Edson Pereira, representante da Comissão do Mais Médicos do Acre.

Para o secretário de Estado de Saúde, Armando Melo, o programa veio reforçar a atenção primária de saúde e, no entendimento do governador Tião Viana, as parcerias entre estado e municípios proporciona um serviço de saúde pública de mais qualidade ao usuário do SUS.

A secretária de Saúde de Jordão, Ana Carolina Guimarães, relatou que é com grande expectativa que o município aguarda por um médico para atuar de forma permanente e atender grande parte dos usuários do SUS, em casos de saúde que não sejam e urgência e emergência.

mais-medicos