Acre entra no mapa da Associação Brasileira de Transplantes (leia editorial da ABT)

Acre entra no mapa da Associação Brasileira de Transplantes (leia editorial da ABT)

Quem lembra como era a saúde do Acre nos governos da oposição, levanta o dedo! – J R Braña B.

 

ABTO – Assoc Bras Transplantes de Órgãos – Editorial

Neste trimestre, com o emprego de nova sistemática para cálculo da população (202,8 milhões), comparando com o ano de 2014, observamos uma queda na taxa de potenciais doadores notificados (de 1,4% em número absoluto e de 7,1% na taxa pmp – que passou de 49,0 para 45,5) e de doadores efetivos (de 0,8% em número absoluto e de 6,3% na taxa pmp – passou de 14,2 para 13,3). A taxa de doadores efetivos prevista em 2007 para este ano (17 pmp) não será obtida, e a alteramos para alcançar entre 15 a 15,5 pmp, com uma taxa de notificação mínima de 50 pmp. É interessante salientar que os oito estados e o DF que tiveram mais do que 50 notificações de potenciais doadores pmp, foram os que obtiveram as maiores taxas de doadores efetivos, embora com variação na taxa de efetivação entre eles, de 17,6% (AC) a 39,8% (RS).

Leia editorial completo da Diretoria e Conselho ABT aqui

(…)

transplantes paístransplantestransplantes 1transplantes 2transplantes 3transplantes 4