Maurício Dias na Carta: A direita unida…