Linda e revoltada porque achou ruim pagar o imposto devido


O Brasil é um país de m
…porque a receita a abordou na alfândega do aeroporto e exigiu que pagasse o imposto devido de um produto comprado no exterior.

A lei é clara e todo turista que sai e volta ao Brasil sabe.

Se o valor das compras passar da cota, o turista deve recolher o imposto sobre a diferença.

Se tivesse sido obrigada a tirar os sapatos nos EUA teria achado tudo ‘maravilhoso e civilizado’, com certeza.

A beldade acha que país bom é aquele que não cobra imposto dos seus cidadãos!

E onde ficam esses países?

J R Braña B. –

sul21
Thaila Ayala, que ficou furiosa por ter que pagar imposto de produto comprado no exterior

 

 

Sul 21

A atriz Thaila Ayala (atriz? – J R Braña B) não gostou de ser parada na Receita Federal, ao desembarcar no Brasil, pois teve que pagar uma taxa pelo seu computador, que equivalia ao valor do produto. Nas redes sociais, ela se revoltou.

“Parabéns Brasil. Parabéns você que mora nesse país de m…, é parada na Receita Federal e tem que pagar pela segunda vez seu computador! Você chega já desesperada para ir embora porque é um país de muita injustiça! Simplesmente somos assaltados diariamente!”, disse.

A artista se posicionou novamente para responder às críticas de seus fãs por ter xingado o Brasil. “Quando eu falo país de m…, é porque a gente está na m… Isso é real, não é algo da minha cabeça, está no nosso cotidiano, todo mundo sabe isso. O mundo, aliás, sabe disso. É a maior história de corrupção! Quem paga essa conta é a gente, isso é muito revoltante!”, completou.

Ela se defendeu e alegou que o problema surgiu por causa de um funcionário que escreveu a sua declaração da forma errada. Segundo a atriz, o computador foi comprado em novembro do ano passado nos Estados Unidos. Ao vir ao Brasil em dezembro, ela teria pago os impostos do equipamento, mas o funcionário da Receita Federal teria se enganado na ocasião e colocado a taxa como se fosse referente à compra de cosméticos. A atriz afirmou que não sabia disso.