Assembleia aprova projeto que garante convocação de policiais na reserva

Divulgação Aleac

Dando respostas rápidas aos anseios da sociedade acreana em relação aos inúmeros atentados cometidos por criminosos nos últimos dias, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Ney Amorim (PT), garantiu a votação e aprovação da matéria de autoria do Poder Executivo que permite a convocação de militares da reserva em caráter transitório.

Ney Amorim disse que a aprovação do projeto é importante nesse momento de crise enfrentado pelo povo do Acre. Nesse sentido, os parlamentares compreenderam o momento e aprovaram por unanimidade.

“Penso que a Assembleia Legislativa do Acre não poderia esbarrar na burocracia e todos os deputados pensaram dessa forma”, ressaltou o presidente do Poder Legislativo acreano.

Ainda de acordo com o parlamentar, a Assembleia Legislativa ficará à disposição das autoridades de Segurança para a aprovação de qualquer medida que venha beneficiar a sociedade e, sobretudo, garantir o direito de ir e vir dos cidadãos.

“A Aleac dá sua contribuição, mas penso que devemos ficar todos em alerta nesse momento de crise da sociedade para atender toda e qualquer demanda que garanta o direito de ir e vir das pessoas, além da segurança”, pontuou Ney Amorim.

Amorim acrescentou que a unanimidade na votação é fruto da compreensão dos parlamentares acreanos que entenderam a causa. “Independente de oposição e de situação, a causa e de todos nós e isso, então, fez com que tivéssemos unanimidade nessa votação. Esse foi um gesto rápido e imediato do Parlamento que demonstram o sentimento de todos os deputados nesse momento vivido pela sociedade”, frisa.

Com a medida, o governo do Estado espera convocar 100 policiais da reserva e com isso suprir a demanda existente pelo tempo necessário. A lei aprovada prevê gratificações que variam de R$ 1.500 a R$ 5.000, dependendo da graduação. Entretanto, as gratificações não incorporam aos proventos do policial militar ao final do exercício efetivo de atividades de Serviço Ativo da Corporação.

O relator da proposição é o deputado Daniel Zen (PT), que concedeu parecer favorável à matéria por entender a necessidade da presença desses policiais da reserva no enfrentamento ao crime.

aleac
Dep e pres da aleac Ney Amorim