Racista pedir perdão já é alguma coisa (se for do fundo da alma, melhor)

Esse senhor chamado Marcos Clay escreveu horrores sobre a goleira (negra) da seleção feminina de futebol que disputou a olimpíadas no Rio.

Disse ele no Facebook: ‘eu odeio preto…’

perdao

Com a repercussão do caso (que é crime aqui e em todo país civilizado) recuou e escreveu texto que a mídia local estampa nesta sexta.

Como ele mesmo diz na carta, (…)‘reconheci meu erro como injustificável’ (…)

E continua: (…) Cresci herdando alguns valores (…)

Quais valores?

O racismo é uma ignorância intelectual e uma cultura (na verdade, uma subcultura) que é aprendida de pai/mãe para filhos, não raro.

Boa parte que são ensinados a ser racistas quando crianças se tornam racistas.

E todo dia a sociedade brasileira, acreana, ensina como ser racista.

Que este senhor Marcos Cley estude mais sobre o Brasil e a sua origem.

Sugestão: leia Casa-Grande e Senzala, de Gilberto Freyre.

É um bom começo.

racismo
Goleira Bárbara, da Seleção feminina do Brasil, que foi vítima de racismo

 

J R Braña B.