Não tem arrego! (música de resistência contra o governo ilegítimo) (v)

Aqui não tem arrego
Vamos tirar o seu sossego
E agora a nossa voz

Aqui não tem arrego
Vamos tirar o seu sossego
E agora a nossa voz
nao vai calar

Cada gesto
Cada olhar
Cada sangue, direção!

Todos temos um lugar
não nos faça distinção

Nossa força singular
vai barrar a escuridão

Não iremos recuar
da ordem da opressão

Aqui não tem arrego
Vamos tirar o seu sossego
E agora a nossa voz
Não vai calar

Aqui não tem arrego
Vamos tirar o seu sossego
E agora a nossa voz
Não vai calar

Nossas almas, multicor!
Sonhos… trabalhador!

Nosso exasperado amor
abre os olhos, cantador

Vem pra somar sua luta ao meu fervor
e repare ao seu redor
é possível ver além
seu destino é o meu também

Aqui não tem arrego
Vamos tirar o seu sossego
E agora a nossa voz
Não vao calar

Aqui não tem arrego
Vamos tirar o seu sossego
E agora a nossa voz,
Ressoará!