Sena: por enquanto é tudo sorriso e empolgação

mazinho-e-flabiano
Mazinho, prefeito eleito de Sena, e o deputado federal Flaviano Melo (PMDB)

Pouco mais de dois meses para que a nova gestão eleita assuma a prefeitura de Sena Madureira.

Pelo que se tem visto, o prefeito eleito tem andado muito em Brasília – o que é correto – e recebido muitos tapinhas nas costas e promessas de recursos para começar seu trabalho à frente do município.

Não será fácil.

Mazinho Serafim nem desconfia, mas será vítima de seu próprio governo e partido, que deram um golpe na democracia e estão loucos para aprovar a PEC-241 (falta só o senado votar), que congelará por 20 anos os investimentos nos estados e cidades como Sena Madureira.

Quer um exemplo?

Novos postos de saúde serão erguidos em Sena?

Esqueça.

A prefeitura vai continuar a viver dos repasses federais (boa parte comprometida com pagamentos da Eletrobras, INSS e FGTS em negociações desastrosas…dizem que o prefeito Mano entregou essa responsabilidade (negociação) para o vice no começo do mandato e deu no que deu) e das migalhas chamadas de emendas parlamentares.

Só.

E o pior: parece que a nova gestão da prefeitura vai começar em janeiro sem um plano efetivo para a cidade.

Vai começar como todas as outras começaram: atuando no varejo (um negocinho ali, outro acolá….)

Isso não tem futuro e todos sabemos aonde chegará.

Ainda faltam dois meses e dá tempo pensar a cidade…!

Sugestão mais uma vez: pensem um projeto de desenvolvimento para Sena e organizem uma boa equipe de trabalho.

Sem isso, vão ‘administrar’ a cidade enxugando gelo.

(Se preciso, e será preciso, levem pessoas de Rio Branco ou outro lugar com experiência para ajudar a formar e capacitar a equipe local)

E por fim:

Os nomes até agora ventilados para o primeiro escalão são, digamos, de boas pessoas, e boas pessoas são apenas boas pessoas…É preciso mais!

J R Braña B.