Que o Acre não concorde em usar o Exército para cuidar de presídios

‘É preciso um Sistema Único de Segurança Nacional’ – governador Tião Viana

 

Isso nunca deu certo em lugar algum e todos sabem.

Nenhum país sério põe o seu Exército para cuidar de presídios.

Governo sério e legítimo não reduz o papel das Forças Armadas.

No Brasil, porém, não existe governo sério e muito menos legítimo.

Saiba o que aconteceu com o México quando inventou de usar seu Exército para cuidar da violência cotidiana dos presídios dominados pelas bandas e carteis criminosos das drogas.

Torço para que o governo do Acre não entre nessa barca furada de concordar em pôr o Exército para ser babá ou vigia de presidiários.

A solução tem que ser muito mais criativa do que essa.

O próprio governador já sinalizou por onde se deve seguir.

J R Braña B.

 

editado by Maria Lúcia