Petecão relata voto contra direitos e empresários dão gargalhadas na Fieac (assista)

O senador Petecão esteve na Fieac (a entidade dos patrões do Acre) e falou sobre o seu voto consciente  em favor do fim de vários direitos dos trabalhadores.

Só para lembrar: parlamentar empresário vota para ajudar seus colegas patrões, viu trabalhador que vota em candidato empresário!??

Disse Petecão:

-Foi o meu voto mais consciente.

-Sempre fui da iniciativa privada…

– O Gladson não sabe o que é uma duplicata vencida…(gargalhadas)

A senadora do PT Fátima Bezerra (RN) disse que tinha um documento dos procuradores do Ministério do Trabalho contra a Reforma Trabalhista…eu disse: grande merda… (gargalhadas)

Uma mulher reclamou do trabalho intermitente…eu disse: a senhora quer vir fazer um bico aqui em casa no sábado? Ela disse: quero. Eu falei: isso é trabalho intermitente.

Não, Petecão! Isso não é trabalho intermitente.

Trabalho intermitente …

No contrato zero hora, o trabalhador fica à disposição 24 horas por dia. O valor a ser pago pode ser fixado de acordo com o horário que será trabalhado ou com o serviço que será feito.”

Outro exemplo é o McDonald…o trabalhador fica esperando do lado de fora da loja e quando o movimento aumenta o patrão chama ele para entrar e começar a atender os clientes. E só o tempo em que ficou atendendo é que ele recebe. O tempo de espera indeterminada não conta.

Não é o caso da diarista que faria bico na casa do senador.

Assista abaixo como Petecão se diverte contando do seu voto a favor da Reforma Trabalhista…para deleite e gargalhadas dos empresários do Acre e de seu colega GladsonC, que será candidato a governador do Acre e vai querer o voto desses mesmos trabalhadores que eles retiraram direitos com seus votos no senado.

Petecão reclama muito da justiça do trabalho…

Ou seja, ele vota pensando na sua classe…a dos empresários…

Por isso na hora de votar, os trabalhadores precisam pensar em quem pode votar no Congresso pelos seus direitos…

E empresário-parlamentar não vota para dar direito ao trabalhador.

Simples, assim.


J R Braña B.