44% das empresas paulistas não conseguem pagar dívidas

# economia empresas

economia

Fiesp (Fed das Ind de São Paulo

Pesquisa Fiesp mostra falta de caixa para pagar empréstimos em 44% das empresas paulistas

José Ricardo Roriz alerta para desorganização da cadeia de fornecimento por falta de acesso a crédito para pequenas e médias empresas

A expectativa mais positiva para o planejamento de 2018 não se concretizou, e cerca de 44% das empresas paulistas que recorrem ao financiamento bancário estão com dificuldade de gerar caixa suficiente para pagar as parcelas de suas dívidas junto às instituições. O dado é da pesquisa “Rumos da Industria – Relacionamento com Bancos e Refinanciamento de Dívidas”, realizada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), com quase 500 empresas, entre os dias 10 e 20 de julho.

O estudo também aponta que 12,4% das empresas estão com parcelas atrasadas. Cerca de 8,2% atingiram um número tão grande de parcelas em aberto que sofrem bloqueio de movimentações bancárias. Além disso, 70,7% têm alguma dificuldade no relacionamento com seu banco, e 31,5% estão com dificuldades para pagar prestações de seus empréstimos. Um impacto que atinge principalmente as empresas de pequeno e médio portes.

Uma vez que essas empresas são fornecedoras das grandes e representam uma parcela maior do universo empresarial do Brasil, o temor é que elas possam desencadear uma crise na cadeia de fornecimento de insumos e peças, enfatiza José Ricardo Roriz, presidente em exercício da Fiesp e do Ciesp.

(…)

Em tempo: Golpe piorou tudo, estúpido! – J R Braña B.