STF: vale tudo na terceirização (se lixem os trabalhadores)

# stf terceirização

terceirização

7 a 4

Sete dos onze ministros que integram a corte decidiram liberar a terceirização para atividade fim….

No site da CUT, o presidente da entidade, Vagner Freitas, disse que ‘é mais um erro dos ministros do STF que prejudica, mais uma vez, a classe trabalhadora brasileira.’

-Ao autorizar a terceirização indiscriminada, a Suprema Corte, que é a Casa revisora do Brasil, perdeu a oportunidade de rever um ato inconstitucional cometido pela Câmara dos Deputados que trouxe insegurança jurídica e precarizou ainda mais as condições de trabalho no país – disse Vagner.

A decisão passa a valer para pedidos/ações de empresas antes da aprovação da reforma trabalhista pelo Congresso Brasileiro (esse Congresso cheio de empresário que votam contra trabalhador).

Exemplo de atividade fim: um bancário que faz a atividade fim…atende os clientes…

Pela regra, qualquer banco pode contratar seus caixas, por exemplo, de uma terceira empresa…o vínculo do caixa não será mais com o banco no qual ele trabalha todo dia, mas com a empresa terceirizada que o contratou…

Traduzindo: menos salários, menos direitos…menos arrecadação para a previdência pública.

É o paraíso para as empresas…

E o chicote no lombo dos trabalhadores.

Prestem atenção em quem vocês vão votar para deputado federal!

J R Braña B.