Bolsonaro, o bucéfalo candidato do ‘Estado mínimo’ (vídeo)

# bolsonaro eleição 2018

estado mínimo

Ontem numa feira, a Expointer, em Esteio (RS), o candidato Ciro Gomes desenhou para alguns empresários do agronegócio defensores da candidatura de Bolsonaro.

Disse Ciro:

-Vocês querem um Estado mínimo e subsídios para o negócio de vocês…com Estado mínimo não há Banco do Brasil, Caixa Econômica, Banco da Amazônia (J R Braña B.) e BNDES…o Bolsonaro tá falando em privatizar esses bancos..

Conclui Ciro:

-Respeito muito o serviço que o agronegócio presta à nação, mas querer um Estado mínimo e ao mesmo tempo que o governo garanta a infraestrutura e financiamento não faz sentido. É uma visão liberaloide estúpida e egoísta”.

E não somente isso:

Com Estado mínimo não há SUS, escola pública…tudo será pago…quem tiver condições terá os serviços essenciais…quem não tiver que se vire…

Estado mínimo é igual a:

-Emprego mínimo

-Salário mínimo

-Direitos mínimos

-Concurso público mínimo

-Democracia mínima (se houver)

E o máximo para o sistema financeiro e sua exploração, como já acontece agora com a liberação irrestrita da Terceirização.

É esse o modelo de Paulo Guedes, o homem que será o presidente de fato num eventual governo do bucéfalo Bolsonaro.

Em tempo: aqui abaixo, vídeo com a histeria do senso comum acreano que precisa dos serviços do Estado cidadão e não do Estado excludente, mínimo que defende seu candidato.

Hoje, 01 de setembro de 2018 – Chegada no Aeroporto de Rio Branco / Acre. Muito obrigado a todos pela consideração! Vamos juntos resgatar o Brasil! Um forte abraço a todos! pic.twitter.com/12qwCiyWPK

J R Braña B.