Sena: ‘Ninguém quer essa porra…Tem que votar no Bolsonaro, porra!’

# sena eleição 2018

sena

De Sena Madureira

Num bairro do município, na tarde desta segunda,10

-O que você tá fazendo com esses panfletos do Jorge Viana e Marcus Alexandre? Ninguém quer essa porra, não!!…Tem que votar é no Bolsonaro, porra!

A dantesca cena e a frase intolerante teriam ocorrido envolvendo dois policiais e um rapaz que havia acabado de receber de militantes pró-Frente Popular santinhos do candidato ao senado Jorge Viana e do candidato ao governo, Marcus Alexandre.

-Tem que votar no Bolsonaro, porra! – teria dito o policial ao tomar os panfletos do rapaz.

Bem…se isso realmente aconteceu é um escândalo…no popular: foi além do considerado…exorbitou na função…excedeu nos limites.

1 – A alguns policiais é preciso apresentar a Constituição…e pedir que leiam e entendam qual é o papel da polícia mesmo numa débil democracia como o Brasil.

2 – O governo e o comando policial do Acre precisam saber desse fato e agirem…policial (servidor público pago com dinheiro do povo) não tem o direito de intimidar (ninguém) muito menos eleitor e dizer em quem ele deve ou não votar.

No interior, na capital isso acontece, porém é mais raro – alguns maus policiais usam suas insígnias, armas e suas neuras pessoais inconfessáveis para mostrar um poder que eles não têm contra um povo simples que, muitas vezes, não conhece seus direitos.

Policial é agente do Estado e, se quer fazer campanha política, tire a farda e, nos horários fora do expediente – faça sua campanha democraticamente…sem intimidação e sem a força do coturno e do cassetete.

O Brasil está doente…É só ver quem está à frente nas pesquisas (claro, quando essas pesquisas retiram o nome de Lula, o preferido do povo, dos questionários)…o remédio para essa doença é a democracia…! E não o terror!

Em Sena Madureira as pessoas não têm opção de divulgação de muitos problemas que acontecem na cidade porque há um pavor estabelecido, institucional, oficial…recente.

Problemas mais sérios, como este acima, por exemplo…a cidade fica sem uma válvula de escape e recorre a oestadoacre.com…porque sabe que aqui não há censura (mesmo o blog tendo lado político como todos os leitores sabem)…não há dono…nenhum político (prefeito, deputado, governador, delegado, promotor, senador) manda neste sítio…que é plural, democrático e inexpugnável.

Em tempo: se nem o STF cumpre a Constituição…policiais também se dão o direito de não cumpri-la… este é o Brasil do Golpe…o caos instalado e o direito do cidadão no lixo.

(colaboraçao de SM)