Terceirizar a saúde na capital é a novidade do governo? (Sério…?)

saúde, terceirizar  acre #

saúde

Bom, essa notícia do ac é daquelas do tipo ‘solta aí para ver se cola’…não vai colar!

É essa a novidade da nova administração da Saúde Estadual?

O tesouro estadual (resumindo, as pessoas com seus impostos) já sustenta a eficiente rede privada de saúde local…é só ver quando acontece um caso mais grave com um paciente que tem plano de saúde…

Para onde os planos de saúde enviam a pessoa em ‘meia emergência’ e emergência total?

Para o PS…!

O cliente paga horrores ao plano de saúde ao mês e na hora que precisa as clínicas privadas se socorrem na rede pública do SUS!

Por isso, governador, privatizar/terceirizar não é a melhor saída para reduzir os problemas da população, que só tem ao SUS para recorrer.

Privatizar a saúde? Quais serviços? Os servições fins ou os serviços meios?…os meios, alguns, já são privatizados/terceirizados.

Serviços de limpeza, vigilância, atendente, e até a cozinha podem ser terceirizados…talvez ajude a dinamizar e a reduzir o estresse de servidores que há décadas fazem a mesma coisa…mas o serviço prioritário, o serviço fim da saúde (médicos, enfermeiros, estrutura, UTI, etc…) não!

Saúde pública não pode virar negócio para enriquecer empresas e empresários.

A sociedade (não somente o sindicato e a categoria da saúde) deve repelir qualquer tentativa de terceirizar o atendimento fim e prioritário na rede pública.

Deve seguir sob o controle social do Estado.

E a sociedade que se organize para exigir do Estado aquilo que lhe é de completo direito: atendimento digno e universal de saúde como estabelece a Constituição desde 1988.

(publicado e editado by Maria Lúcia)


Gostou desse conteúdo? Ajude a manter oestadoacreclique aqui