Déja vù: GladsonC quer repetir década de 90, 80…

entrevista gladsonc #

gladsonc

Está se tornando cansativo aos ouvidos e olhos do respeitável público as aparições de GladsonC em entrevistas pouco interessantes, declarações pseudo-determinantes e falatórios de manhã inteira em programa de rádio para não se dizer coisas que realmente sejam levadas a cabo pelo governo e equipe…

Até agora foram muitas palavras jogadas ao vento por sua excelência e capital político em descenso…

O narcisismo do governador vem sendo alimentado todo dia pelos que sabem fazer o jogo quando o inquilino do Palácio é nupérrimo no assunto.

GladsonC vai compreender o teatro ao seu redor mais à frente…

…Quando perceber que os resultados concretos de governo não se realizam em gestão virtual…pela mídia…

Mídia é consequência…não origem das coisas de um governo…

O governador está invertendo o roteiro de sua ainda não gestão.

Tião Viana não caiu nessa esparrela de se deixar emparedar pela mídia…

Binho foi completamente hostil a esse ‘enseba’ oportunista e/ou interesseiro…

JV inaugurou o comportamento equidistante em relação à mídia local e fez o que tinha que fazer devido à terra arrasada que havia recebido à época…

Os (ex) barões da mídia, nesses 20 anos – até já haviam se acostumado com a distancia necessária entre o poder e eles…

Nos mandatos do PT (mesmo eles ganhando muito dinheiro, diga-se) nunca passearam pela cozinha nem abriram os armários de JV, Binho e Tião Viana.

Agora mudou…o governador atual parece querer retornar ao passado….onde os donos da mídia (e sócios do orçamento público) ditavam o ritmo do caminhar do governo…

Bem…

GladsonC corre o risco de se tornar presa fácil…igual a seu tio Orleir, Romildo (Edmundo livrou-se e não livrou-se), Flaviano, Iolanda, Nabor…

(Nesse erro, até o desastrado governo Bolsonaro mostra não querer cair.)

A ver, como dicen los hispánicos.

J R Braña B.


aki taxi