Nota da Frente Popular sobre as eleições da capital

Partidos quem integram a aliança que governa o Acre há 12 anos divulgaram nesta tarde de segunda, 12, uma nota onde enumeram os pontos que consideram importante em relação às eleições para prefeito de Rio Branco.

Unidade pela integridade de Rio Branco

A Frente Popular, sempre agradecida ao povo pelas vitórias e oportunidades de servir ao Acre, pede a participação da sociedade, do movimento social e da sua militância na construção de uma nova luta pelo bem da nossa capital Rio Branco.

Com trabalho, ética e humildade, procuramos corresponder à confiança dos acreanos. Resgatamos nossos valores históricos e a autoestima do nosso povo, recuperamos a credibilidade do Estado e fizemos mudanças que melhoraram o Acre, criando a plataforma para a emancipação econômica e o desenvolvimento social da nossa sociedade.

Rio Branco exige uma reflexão especial. Entre 1997 e 2004, os nossos opositores tomaram conta da prefeitura, quebraram o município e deixaram minguar os salários dos funcionários e a cidade numa crise urbana onde o lixo e os buracos tomavam conta das ruas.

Em 2005, o prefeito Raimundo Angelim recebeu uma prefeitura falida, mas, com o apoio do Governo do Estado e do Governo Federal, saneou as finanças do município e fez a cidade voltar a crescer, com serviços essenciais atendendo às famílias e obras beneficiando todos os bairros.

Agora é nosso dever lutar para que nem as desastrosas administrações do passado, nem a corrupção que tanto sugou o Acre, voltem pelas falsas promessas de uma oposição sem projeto, mas com muita sede de poder.

A Frente Popular tem um projeto em execução em Rio Branco, com Angelim; no Governo do Acre, com Tião Viana; e no Brasil, com a presidente Dilma. A união desses esforços, com o apoio da nossa base parlamentar e a participação da sociedade, garante as melhores condições, práticas e compromisso ético para fazer Rio Branco seguir melhorando cada vez mais.

Buscando um novo jeito de fazer caminhar as mudanças iniciadas, os partidos da Frente Popular já iniciaram o debate com vistas às eleições municipais de 2012, tendo resolvido:

— confirmar a unidade da Frente Popular, com candidatura única para a prefeitura de Rio Branco;

— e fortalecer a via democrática de construção da candidatura única, constituindo o governador Tião Viana e o prefeito Raimundo Angelim como coordenadores desse processo.

Vamos redobrar o trabalho nos partidos, na sociedade e nas ruas, buscando a participação do movimento social e mobilizando, desde já, a militância que forma a principal força da Frente Popular.

Rio Branco, 13 de setembro de 2011.

PT, PCdoB, PSB, PRB, PDT, PTB, PTN, PR, PSDC, PTC, PV e PRP.