Perpétua põe o pé na lama no pós enchente

A deputada Perpétua Almeida refez no sábado o trajeto feito por ela durante a alagação, quando passou dias entregando água e comida para as famílias ilhadas. A parlamentar foi levar mais uma vez sua solidariedade e verificar como pode ajudar as famílias.

perpetuaDSC01891“Eu sei que não é fácil, mas é preciso recomeçar e eu estou me colocando à disposição para ajudar no que for necessário. Verificamos por todo o bairro que os quintais onde a água baixou estão cobertos por uma lama fétida. É nesses locais que se desenvolvem as doenças, por isso vou conversar com o prefeito e com o governador para ver como poderemos atuar ali, se existe a possibilidade da prefeitura jogar cal, porque as pessoas não podem fazer isso sózinhas. Muitas famílias perderam tudo e não tem nem como reconstruir suas casas para abrigar as crianças”.

Por toda a extensão do Taquari o que mais se vê, são móveis e eletrodomésticos danificados.Geladeiras novas, doadas pela Eletrobrás, fogões, guarda-roupas e colchões sem condições de serem reaproveitados, enchem os quintais. Por todo o lado o desespero se manifesta através de placas de venda. Em algumas casas as placas de” interditado” também estão à vista.

Algumas famílias ainda estão separadas, cada filho na casa de um parente, porque  as antigas moradias não tem condições de voltarem a ser habitadas.Esse é o caso de Wellyngton Pires de Souza. Ao ver a situação de vizinhos e demais moradores do bairro, o rapaz largou tudo e foi ajudar no socorro como voluntário. Durante dias trabalhou entregando água potável e sacolões. Quando as águas baixaram a casa de Wellyngton desabou, destruindo tudo o que havia dentro. Sem nada, a família se divide entre a casa de amigos e parentes. A mãe que trabalha como camelô tenta ganhar algum dinheiro para refazer a vida. Sensibilizada Perpétua iniciou na hora uma campanha pelas redes sociais.