Jorge Viana perde a paciência com ministro da justiça: ‘Numa hora dessas temos que ter um ministro forte’

O senador Jorge Viana pediu hoje, conforme matéria em Oglobo, que o ministério da justiça seja ‘mais forte’ e tome providências contra os vazamentos de informações ‘seletivos’.

Ele se referia a vazamentos para a imprensa que só atingem os políticos da base aliada do governo e deixam de fora os da Oposição, especialmente os tucanos.

Traduzindo:

Jorge Viana pediu a cabeça do ministro José Eduardo Cardoso, o Zé.

Saiu em O Globo:

JORGE VIANA COBRA DE MINISTRO DA JUSTIÇA ‘AÇÃO’ CONTRA VAZAMENTOS SELETIVOS NO CASO PETROBRAS

Vice-presidente do Senado, o petista pediu que ministro da Justiça seja ‘forte’

BRASÍLIA – O vice-presidente do Senado, senador Jorge Viana (PT-AC), cobrou do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, uma atitude para tentar coibir o que chamou de “vazamentos seletivos” de informações obtidas nos depoimentos do processo de delação premiada. Viana disse que o ministro precisa “agir”, quando comentava as denúncias em relação ao líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT-PE), que teria sido apontado como beneficiário do esquema na Petrobras, conforme declarações atribuídas a Paulo Roberto Costa, ex-diretor da estatal e que participa do processo de delação premiada.

— O ministro da Justiça precisa agir. Numa hora dessa, a gente tem que ter um ministro da Justiça forte, que não aceite esse tipo de manipulação de um processo de tão importante. Ninguém sabe quem denunciou, ninguém confirma, se destrói primeiro a honra da pessoa e sai um pedido de desculpa. Isso é péssimo. Não podemos aceitar. A Policia Federal tem que tratar isso com mais seriedade— disse Jorge Viana.

Para Jorge Viana, o vazamento de informações direcionadas e a “manipulação política” atrapalham o processo de investigação. Ele disse que não estava criticando a Polícia Federal e sim a atuação de alguns delegados, que vazariam informações e que isso deveria ser coibido.

(…)