Depasa alerta: veículos do órgão não podem vender água (espertinho foi preso)

Extraído da AG Gov
Jaque Teles

O Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) informa que o fornecimento de água para as residências está sendo feito somente por meio das redes de distribuição e, apenas os abrigos estão sendo abastecidos por caminhões-pipa, a serviço da instituição.

Edvaldo Magalhães, diretor-presidente do Depasa, pede que a comunidade fique atenta, pois os veículos a serviço do Departamento não têm autorização para distribuir ou cobrar pela distribuição de água.

“Os moradores que identificarem qualquer tipo de veículo a serviço do Depasa vendendo água, devem imediatamente denunciar a polícia para evitar que episódios como o registrado na tarde deste sábado, 7, quando um funcionário terceirizado do órgão foi preso em flagrante vendendo água nos caminhões-pipa a serviço da instituição, no bairro Cidade Nova”, disse Magalhães.

Edvaldo Magalhães lamentou que num momento onde as pessoas deveriam agir em solidariedade as milhares de vítimas da enchente, algumas usem da má-fé. “Nós estamos vigilantes para que nenhuma irregularidade seja cometida e contamos com a colaboração dos moradores”, frisou.

Prisão

A denúncia foi feita por um morador do bairro diretamente ao diretor-presidente do Depasa que comunicou o fato a polícia.

Segundo o delegado Robert Alencar, o flagrante pode ser constato porque o acusado chegou a vender 1.500 litros para uma senhora, em seguida, abasteceu uma caixa d’água de mil litros de um policial militar. “O filho do policial militar gravou a ação e assim, foi possível identificar o acusado e prendê-lo em flagrante”, disse.

O funcionário terceirizado foi preso pelo crime de peculato.

Depasa_água_2