Carona no Estrelão: E se fosse para um pastor dessas igrejas-banco?

Ou ainda se o benefício/carona dispensável, vamos chamar assim, tivesse sido a um padre da igreja católica queridinho da mídia de Rio Branco?

Será que haveria essa onda toda por conta do uso do helicóptero do estado que está tendo?

Ou esse barulho todo (com ressonância nessa câmara de vereadores que não faz absolutamente nada de importante para a cidade) é por que a carona no estrelão foi para a senhora da igreja do Daime?

Preocupação ética e com o erário….ou preconceito de credo…lá, lá, lá, lá!

Ah, sim, entendi.

J R Braña B.


Ajude a manter este blog…opinião sincera e com lado!