Prefeito de Sena reclama da burocracia em Brasília

O aumento no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), de responsabilidade do governo federal, foi uma das principais reivindicações apresentadas por prefeitos de todo o Brasil no decorrer da realização da 17ª Marcha a Brasília em defesa dos municípios, ocorrida entre os dias 12 e 15 deste mês no Centro Internacional de Convenções do Brasil.

O prefeito de Sena Madureira, Mano Rufino  esteve presente no evento e disse considerar importante esse debate, já que os municípios vêm enfrentando muitos problemas e necessitam de um olhar diferenciado por parte do governo federal.

‘A crise municipalista que estamos vivendo não é um caso isolado de Sena Madureira. Em que pese essa situação, precisamos dar uma resposta positiva aos moradores, por isso, reforçamos o pedido de apoio ao governo federal. Muitas responsabilidades estão sendo delegadas aos municípios, porém, a contrapartida federal não tem sido equivalente. Reivindicamos, dentre outras coisas, o aumento do FPM’

Outro ponto debatido foi a compensação das percas pela desoneração (a redução do IPI, por exemplo, acarretou diminuição na receita dos municípios, comprometendo os investimentos) e a questão dos royalties do petróleo a serem distribuídos pela união.

Mano aproveitou a viagem para se reunir também com deputados federais e senadores acreanos, ocasião em que reiterou o pedido de apoio no sentido de serem liberadas as emendas destinadas a Sena Madureira.

‘Precisamos desses recursos para serem aplicados principalmente na infraestrutura da nossa cidade. A burocracia é grande, mas estamos acompanhando de perto. Felizmente temos tido o apoio dos parlamentares’

[psm]