Os pobres bovinos do prefeito de Cruzeiro do Sul


J R Braña B.

‘De onde menos se espera é daí que não sai nada mesmo.’

É uma frase antiga, do tempo em que o jornalismo brasileiro ainda vivia a ditadura da máquina de escrever.

Depois de ser criticado pelo governador Tião Viana, o prefeito de Cruzeiro, Wagner Sales, o Leão do Juruá, perde excelente oportunidade de demonstrar que estar à altura do cargo que exerce.

Mas não!

Vem com uma resposta que empobrece a política e mostra o nível sofrível com que a oposição trata o embate político.

O prefeito de Cruzeiro do Sul, grande pecuarista (pelo o que demonstra) desafia o governador com 100 bois, caso Tião Viana mostre que os investimentos no Juruá não são de empréstimos ou repasses da União.

[Bem, pelo menos Wagner reconhece investimentos do governo no Juruá]

bobagem
Print do sítio acre24h

 

Que bobagem!

O Acre nunca teve recursos próprios suficientes para alavancar seu desenvolvimento.

E um dos motivos foi o atraso a que submeteu este estado por décadas os partidos da oposição que aqui já governaram.

O Acre é um estado que historicamente dependeu e depende da União que, com suas migalhas, trava o desenvolvimento regional.

No Acre, prefeito, nem os bois estão fora da cota de ajuda dos financiamentos e apoios dos programas da União para o setor através dos bancos federais (BB e Basa).

Nem os seus!