Dep Moisés repete Jorge Amado e defende respeito aos adeptos de religião sabática (V)

Em 1946, o escritor e então deputado baiano pelo Partido Comunista do Brasil (PCB ainda) Jorge Amado, constituinte à época – defendeu e aprovou a proposta de liberdade de credo no país.

Agora, sete décadas depois – o deputado federal acreano, Moisés Diniz, do mesmo partido, defende que o ENEM respeite as convicções da juventude que professa sua crença em religiões onde o sábado é um dia sagrado.

Assista…apenas 4 minutos:

 

J R Braña B.