O que queremos e quando queremos: o mote do streaming

artigo #

O que queremos e quando queremos: o mote do streaming conquista cada vez mais o mercado brasileiro e mundial

 

imagem
Foto: Pixabay

A tecnologia de streaming já deixou de ser uma novidade há um bom tempo, mas continua rendendo boas surpresas do mercado. Lançada em uma alternativa mais em conta aos meios tradicionais, sob o pretexto de que isso ajudaria na redução de pirataria, hoje as gigantes do streaming faturam e conquistam cada vez mais, oferecendo, inclusive, conteúdo exclusivo – o que pode afetar os preços lá na frente.

O mercado brasileiro, por si só, já se declarou um entusiasta da tecnologia. Falando da transmissão musical, já ficou constatado que o brasileiro é o povo que mais escuta música “ao vivo” no mundo todo, conforme apontado pela https://www1.folha.com.br. Parte disso vem do costume dos brasileiros em consumir músicas nacionais, o que é uma excelente dica para que as plataformas de streaming musical, como o Spotify, promovam os artistas locais. Por conta disso, de acordo com a matéria veiculada pelo https://g1.globo.com, a indústria da música no Brasil cresceu cerca de 15,4% em 2018 – considerando que a crise já estava instaurada, isso é um grande feito.

imagem
Foto: Pixabay  

Contudo, é no setor de games que o streaming decola com uma força estupenda. Quem conhece um pouco mais sobre o assunto, certamente já ouviu falar no Twitch, uma plataforma de streaming de games que, inicialmente, era um portal de lifestream, mas rapidamente se tornou o maior portal de streaming de games do mundo, sendo que em contexto digital são conhecidos como eSports. O sucesso é tamanho que, além de ter chamado a atenção da Amazon, a plataforma lançou em 12 de novembro deste ano um novo software, chamado Twitch Studio. De acordo com o https://canaltech.com.br, o objetivo é fornecer ferramentas relevantes aos streamers para transmissões ao vivo.

O live stream é o que se pode chamar de “velho sucesso” que ainda se mantém muito ativo neste nicho, que não abarca somente jogos como Fortnite e League of Legends. Jogos de cassino também contam com a tecnologia, como pode ser conferido no jogo de roleta encontrado no https://casino.betfair.com/pt-br/c/roulette-pt, onde é possível interagir ao vivo e jogar como se estivesse em um cassino de verdade. Dentro da tecnologia de streaming, além da opção de jogos interativos, também é possível acompanhar jogos, seja de eSports ou esportes tradicionais, mas é a interatividade promovida que faz com que as mídias tradicionais dificilmente superem a tecnologia de live streaming.

Também em evidência em outra fatia da indústria do entretenimento, o streaming audiovisual prolifera no mercado brasileiro com grandes níveis de crescimento. Com cada vez mais aderentes, plataformas como a Netflix e a Globoplay, maiores transmissoras neste sentido, acreditam que o mercado brasileiro não se difere do mundial quando se fala na expansão destes serviços, cuja maior vantagem é o poder que o cliente tem em escolher aquilo que deseja consumir e quando fazê-lo. Isso motivou a Globoplay em traçar uma estratégia de liderança de mercado brasileiro no streaming audiovisual, de acordo com o https://www.tudocelular.com.

São diversas as vantagens que a tecnologia streaming traz aos seus adeptos. Além da disponibilidade de conteúdo digital acessível a qualquer momento e em qualquer lugar, bastando ter um dispositivo que acesse a internet para tanto, há que se observar o aumento de ofertas no mercado. Cada vez mais plataformas viabilizam as transmissões e oferecem exclusividade de produtos ou serviços correlatos, de forma a facilitar aos seus usuários o consumo e criação de conteúdos. Se antes nos conformávamos com aquilo que nos era oferecido, hoje ganhamos voz ativa sobre o que queremos, de fato, consumir.