Deputada critica aumento de energia e cobra geladeiras das famílias carentes

A deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB) se reuniu com a presidência local da Eletrobras na manhã de segunda-feira. A parlamentar questionou o aumento na tarifa de energia elétrica e a lentidão da empresa no cumprimento  das cláusulas sociais, em especial o programa do governo federal de doação de geladeiras para famílias carentes.

eletrobrasDSC09979“Não tem como o cidadão entender o aumento com os aparelhos queimando “, disse a deputada que informou à presidência do projeto de sua autoria que tenta  barrar o aumento e ouviu da diretoria da empresa que o fornecimento de energia só será estabilizado quando o segundo linhão estiver em atividade.

“Só conseguimos distribuir para os consumidores a energia que nos chega. Não temos como melhora-la aqui”, disse a assistente do presidente Maria Aparecida dos Santos que reclama da pequena margem de ação da Eletrobrás, pressionada por cobranças dos financiamentos da Eletrobras nacional e dos consumidores acreanos: “Se todo parlamentar fizesse como vocês que vêm em busca de soluções teríamos mais resultados positivos”

Perpétua sugeriu aproveitar a presença  do ministro das Minas e Energia em Rio Branco, na próxima semana, para uma reunião com a presidência da Eletrobras e toda a bancada federal  para tirar um plano de ação que minimize o problema para a população do estado até que o segundo linhão entre em funcionamento: “ Não podemos apenas ficar esperando o linhão, nem só ficar contabilizando os prejuízos”.

A deputada foi informada ainda que o plano  prevê a distribuição de 1.750 novas geladeiras no Acre. Para recebê-las, o interessado deve se inscrever no NIS – Número de Identificação Social, cujo cadastro é feito pela prefeitura.

Os parlamentares (Eduardo Farias e Ariane Cadaxo) presentes à reunião desta segunda-feira acordaram com a Eletrobras um pedido de mutirão à prefeitura para cadastrar o maior número de pessoas no menor  tempo  possível. “A idéia é fazer um mutirão de Natal e poder garantir as novas geladeiras como presente de Natal, mesmo que não cheguem exatamente no dia 25”, disse Perpétua Almeida.