Peso para caminhões na BR-364 sofre alteração a partir de abril

O Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre) irá alterar o limite de peso permitido para caminhões que trafegam na BR-364, a pedido do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Rio Branco. O tráfego para carreta será interrompido, ficando estabelecido o Peso Total Bruto (PBT), que é a carga mais o peso do caminhão, de 9 toneladas para caminhões ¾, 12 toneladas para caminhões toco e 18 toneladas para caminhões trucados. Essas medidas entram em vigor a partir do dia 1 de abril.

A decisão foi tomada devido aos altos índices pluviométricos de chuva na região. Por esse motivo, os serviços têm sido prejudicados e as carretas têm dificuldade em transitar na rodovia em alguns trechos. “A carreta é um veículo que tem que ter rolagem de pista para andar. Como tem trechos com problemas com alguns possíveis atoleiros onde as empresas estão trabalhando para tirar, a carreta não passa, ela trava no caminho e ninguém mais consegue passar, prejudicando o andamento dos serviços que estão sendo executados” explica o diretor do Deracre, Ocírodo Oliveira Junior.

O supervisor do Dnit em Rio Branco, o engenheiro Thiago Caetano, explica que se essas medidas não forem adotadas agora pode ser que mais na frente até o tráfego de veículos menores seja inviabilizado. Portanto é necessário realizar essa alteração que será temporária. “Pretendemos manter essa alteração dos pesos até pelo menos o fim do inverno, até que se possa fazer um serviço com melhor qualidade, que esteja mais seca a pista e consiga ter um suporte melhor, então pelo menos por uns 30 a 40 dias até passar esse inverno” afirma Caetano.

diretor_regional_dnit_30_03_2015_angela_peres