Pesquisa: metade se endividou no segundo trimestre

A pesquisa constatou que 49% dos entrevistados não conseguiram pagar as contas na data de vencimento em decorrência, principalmente, do descontrole financeiro (57%). Em relação à providência para o pagamento das dívidas com atrasos, 40% disseram haver cortado gastos, 12% haver evitado o uso de cartão e outros 12% não tomaram nenhuma medida.

 

spcA pesquisa aponta que 42% dos entrevistados não são adeptos a planos e, muito menos, ao controle sobre os gastos. Dos 49% que carregam inadimplência financeira, 29% estão com atrasos nos pagamentos em mais de 45 dias e 29%, acima de 45 dias.

Apesar da anunciada diminuição dos juros bancários, 87% dos consumidores afirmaram que ainda não realizaram qualquer negócio para melhorar a condição financeira. Também mais de 50% acham que o corte nos juros contribuiu para o maior endividamento da população.

Sobre a que se referem as dívidas contraídas no segundo trimestre, 60% dos entrevistados relataram que são decorrentes de “compras normais” (71%) e de empréstimos bancários (12%). Das pessoas que usam o sistema de poupança, apenas 29% conseguiram guardar dinheiro nos últimos seis meses.

A coleta de dados se deu no período de 16 a 20 de julho com público de 290 pessoas, de ambos os sexos, com faixa etária acima de 18 anos.


Join the Conversation