Saúde da população negra é tema de palestra no Senac

Saúde da população negra é tema de palestra no Senac

Buscando levar ao conhecimento dos alunos dos cursos relacionados à saúde do Senac, a supervisão do Eixo Tecnológico de Saúde e Ambiente preparou uma palestra a respeito da saúde da população negra semana passada, no auditório da instituição.

No Brasil, segundo dados do IBGE do ano de 2010, a população negra do país é de 50,7%. No Acre, de 32,77% e em Rio Branco, de 71,53%. Tomando por base os dados relacionados à predominância da raça e das peculiaridades relacionadas à saúde delas, é que a palestrante, assistente social e coordenadora da Área Técnica da Saúde da População Negra da Secretaria Municipal de Saúde, Russilene Felix Bernardo, divulgou certos cuidados que o profissional em saúde deve tomar no atendimento a essas pessoas.

De acordo com Russilene Felix, alguns medicamentos não fazem o mesmo efeito na pessoa negra, como também algumas patologias são peculiares da raça. Para supervisora de saúde e ambiente do Senac, Aline Camila, a palestra tem grande valor informativo, pois a maioria das pessoas desconhece tais informações.

“Levar ao conhecimento de nossos alunos esse assunto é poder contribuir com o crescimento profissional de cada um deles. As peculiaridades acerca da saúde da população negra são tema de uma importância muito grande para a instituição e para todos os que acompanham e lutam para acabar com o preconceito”, destaca Aline.

“Nós estamos em um trabalho de divulgação das ações de saúde da população negra e trazer essas informações acerca de patologias e eficácia de alguns medicamentos para essa população aos alunos de cursos ligados a saúde do Senac, é de fundamental importância para nós e para eles, como forma de mantê-los bem informados e também como forma de combate ao preconceito”, afirmou Russilene Félix.

[divulgação fecomécio]