Turista canadense morre em Puerto Maldonado (Peru) depois de tomar chá em ritual na floresta

Uma turista canadense, 32, faleceu no dia 17 de janeiro em Puerto Maldonado, Departamento de Madre de Dios, fronteira com o Acre, logo após tomar um chá como parte de uma ‘purga de tabaco’ (limpeza de fumo), numa localidade chamada de Retiro Canto Luz.

Jennifer Logan havia programado sua viagem depois de concluir seu trabalho como professora de inglês para mulheres da Arábia Saudita.

Nove dias depois de deixar seu país, os administradores do Retiro Canto Luz (na floresta de Puerto Maldonado) avisaram aos pais da jovem que ela havia morrido.

Amy Logan, irmã da turista canadense, disse que Jennifer teve uma reação depois de tomar o chá durante uma cerimônia com um ‘chamán’ (uma espécie de pajé, indivíduo que se atribui capacidades superior). Esse chá produz vômitos o que, supostamente, permite que o corpo seja desintoxicado.

Devido a comunidade ficar a três horas de Puerto Maldonado, não foi possível chegar a tempo a um hospital para dar socorro à turista canadense.

A família de Jennifer, que chegou à cidade peruana, pede explicações.

]Traduzido da imprensa peruana por oestadoacre.com]

canadense morta no peru280515

Matéria original no Peru21