Governo quer 95% da população com banda larga de qualidade até 2018

AgSen

Até 2018, o Programa Banda Larga para Todos vai garantir a 95% da população brasileira acesso à internet banda larga de qualidade por um preço acessível e velocidade média de 25 Megabits por segundo, chegando a 300 milhões de conexões fixas e móveis à internet. Foi o que garantiu o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, em audiência pública da Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação (CCT), nesta terça-feira (12). O projeto está em fase de elaboração pelo ministério.

Atualmente, a banda larga brasileira tem velocidade média de 5 Mbps, com cerca de 197 milhões de acessos móveis e fixos, e o investimento na ampliação da rede de fibra ótica também consta do programa. A meta é garantir a 45% dos domicílios urbanos o acesso via fibra ótica. Também se pretende ampliar a velocidade de conexão nas escolas públicas, para viabilizar os trabalhos pedagógicos.

Fibras óticas na Amazônia

Berzoini mencionou as dificuldades regionais para garantir a universalização, especialmente nos estados das Regiões Norte e Nordeste, onde a maior parte dos acessos é feita via satélite, um mecanismo mais instável do que a fibra ótica, meio mais raro nesses territórios. Além do lançamento de mais um satélite em 2016, para garantir internet onde não há a fibra, ele revelou haver um estudo, com a participação das Forças Armadas, para instalar fibra ótica subaquática nos leitos dos rios da região amazônica, o que garantiria capilaridade. Os custos para isso são estimados em R$ 6 bilhões a R$ 8 bilhões, mas a obra é fundamental para assegurar o ensino a distância, a segurança das regiões e a integração econômica.

— Passar fibra ótica na floresta é complicado em termos ambientais, é mais fácil lançar nos rios — explicou.

Também é meta do ministério ampliar o número de municípios brasileiros atendidos com internet móvel 3G, passando dos atuais 3.805 para 4.994 (universalização prevista para 2019) e com 4G das atuais 323 cidades para 1.142. Também já está em fase de estudo a implantação do 5G, sempre buscando a ampliação das funcionalidades e velocidade de transmissão de dados.

ministro comunicação
Ministro Ricardo Berzoini (comunicação)

 

(…)