Sena: A vida mostra quem é Rivaldo Severo

Poucos militantes do PT no Acre têm a história de Rivaldo Severo, de Sena Madureira

Rivaldo Severo – é mais que meu amigo de longas datas.

Foi meu companheiro de luta no Sindicato dos Bancários, onde enfrentamos esse carcomido PMDB que simplesmente jogou o Acre na lama na década de 80 (e hoje joga o Brasil).

De lá até aqui sempre nos enfileiramos para combater essa direita do Acre em várias trincheiras…e temos vencido mais do que perdido.

Vamos completar duas décadas ajudando o povo acreano a derrotar os hoje conhecidos como golpistas (tiraram uma presidenta eleita para transformar o Brasil nisto que todos estão vendo…o caos!).

Faço esse entretanto para ir aos finalmente do que quero falar.

Rivaldo Severo dirige a Rádio Difusora e Aldeia de Sena com lealdade, zelo e responsabilidade.

Se há um militante, um político, uma pessoa honrada e proba, que o governo do Acre pode pôr a mão no fogo no principado de Sena Madureira chama-se Rivaldo Severo, que me recuso a chamá-lo por seu apelido engraçado, porque não tolero chamar ninguém, quanto mais um companheiro de luta – por um apodo que não convém.

Rivaldo talvez faça no seu posto de trabalho até mais do que lhe é dado como condições para fazê-lo.

Isso, no entanto, não anula a necessidade de reflexão sobre os rumos da comunicação estatal em Sena.

Hoje Rivaldo me ligou e tivemos uma boa e sincera charla.

Como disse, temos uma longa amizade.

Ele reconhece o problema e, nos próximos dias deverá relatar ao governo – novamente, pois já o fez há algum tempo – a situação em Sena.

Alguns tartufos na cidade tentam envenenar minha relação com Rivaldo, que é muito maior que amizade…é uma relação política, ideológica, fruto das décadas enfrentando essa cabala que um dia já ‘governou’ o Acre e que tenta voltar outra vez.

Quando sugeri mudanças no jeito de se comunicar com o povo nas rádios estatais em Sena o fiz por constatar o óbvio, que também Rivaldo constata e sabe que é preciso agir, urgente.

Mas, para isso, Rivaldo precisa de apoio (inclusive político) e um upgrad (atualização) na estrutura.

Rivaldo, já enfrentamos coisas piores, irmão….

Isso hoje é fichinha.

Vamos em frente!

Abraços!

J R Braña B.