100 dias: PCdoB: Até aqui, os democratas sobreviveram

pcdob

perpétua
Dep Perpétua – – foto Juan Díaz

A partir de zero hora faltarão apenas 100 dias para a grande batalha eleitoral do Acre e do Brasil.

Não só uma batalha eleitoral, mas uma luta política que definirá os rumos do Acre do país.

Nesta noite de quinta, os comunistas do PCdoB se reuniram num primeiro encontro para alinhavar as providências para a campanha 2022.

Repertório variado em análises e pitacos…

Perpétua, a liderança popular da esquerda acreana no Congresso, sabe que sua responsabilidade de puxadora de votos da Federação (PT-PCdoB-PV) será muito maior do que da vez passada.

A eleição é de alto risco…

…Para todos…

Já se cogita o reforço do time para a disputa federal com outros nomes de peso político, que se juntariam à Perpétua, Leo e Cláudio Ezequiel.

O Acre ressente de uma bancada progressista na câmara, isso é real.

E histórico…

Lula, se eleito (DataFolha de hoje aponta Lula 47% contra 28% de Bolsonaro), precisará de um Congresso menos fisiológico e menos chantagista para sustentar um governo cuja principal missão será encaminhar o país à ‘normalidade’ no curto prazo para, depois, se for o caso, avançar com o que é preciso avançar.

Recompor o caos não será fácil…e o caos é uma ordem que ainda não compreendemos, já dizia Saramago.

Estadual

edvaldo
Dep Edvaldo – foto Juan Díaz

Edvaldo Magalhães, deputado estadual, será novamente um dos principais nomes da chapa da Federação para a disputa por uma vaga à Assembleia Legislativa.

Na última eleição, Edvaldo foi o mais votado da finada Frente Popular, a concertação política que ficou 20 anos no poder e envelheceu…na forma e no conteúdo…e por isso foi massacrada pelo voto em 2018.

Para o parlamentar, o espaço ainda está aberto para as forças progressistas avançarem rumo uma conformação capaz de fazer frente ao que está aí estabelecido.

-Estamos atrasados até em reunir os do nosso campo (PT-PCdoB-PV-PSB-Psol), diz, demonstrando que é preciso agilizar esforço para que essas forças se apresentem – o mais breve possível – à sociedade acreana.

E Lula vai influir positivamente, acredita Edvaldo.

Governo

Muitos comunistas presentes na noite de hoje numa sala no bairro Habitasa acreditam, mas esse assunto não é tratado de público que, com Jorge Viana disputando o governo, a chance de vencer – seria real.

Porém, esse já é um tema vencido…

JV se acha velho para a missão (fala em dar oportunidades aos novos, diz um vídeo seu publicado na rede social)…

O problema é quando os ‘novos’ parecem mais velhos que os próprios velhos.

Faltam 100 dias para disputa.

A carestia – unanimidade entre os comunistas – será o grande cabo eleitoral da Federação (PT-PCdoB-PV) daqui para a frente.

Até aqui, os democratas do Acre e do Brasil sobreviveram a Bolsonaro…

…mas é preciso viver!

E a hora do troco se aproxima.

J R Braña B.

oestadoacre.com (inscreva-se no nosso canal..apenas um clique aqui)